• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Notícias Carros e motos poderão circular na faixa seletiva da Av. Brasil fora dos horários de pico

Roter.Teufel

Sub-Administrador
Team GForum
Entrou
Out 5, 2021
Mensagens
17,382
Gostos Recebidos
742
Carros e motos poderão circular na faixa seletiva da Av. Brasil fora dos horários de pico

1_imagem_do_whatsapp_de_2024_04_11_a_s__08_57_09_4e6592f1-32537304.jpg


Prefeitura anunciou ainda que a seletiva será liberada nos fins de semana; limites de velocidade serão mantidos

Rio- A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou, nesta quinta-feira (11), mudanças no trânsito da principal via expressa da cidade, a Avenida Brasil, com o objetivo de diminuir o congestionamento causado desde o início da operação do BRT Transbrasil. As alterações vão começar a partir do dia 23 de abril. Uma das mudanças divulgadas é a liberação da faixa seletiva fora dos horários de pico, das 10h às 16h e das 20h às 5h. Aos fins de semana e feriados, o acesso será liberado o dia todo.

Atualmente, a via tem em sua pista central uma faixa segregada para ônibus, táxis e veículos de serviço, como ambulâncias e viaturas policiais. Uma outra faixa é exclusiva para a circulação do BRT Transbrasil. Motoristas de carro e motociclistas ficaram restritos a duas faixas.

"A gente vai liberar o acesso à faixa seletiva para os veículos de passeio no fim de semana, mas a calha do BRT permanece exclusiva. E nos dias úteis, vamos liberar fora do horário de pico, das 10h às 16h e das 20h às 5h, mas nos horários de pico vai continuar funcionando como está agora. Apenas automóveis e motos são permitidos na seletiva, os caminhões são proibidos e poderão as outras duas da Central”, explicou a secretária de Transportes, Maína Celidonio.

Apesar da liberação, os limites de velocidades seguem os mesmos. As faixas tem um limite de velocidade de 60 km/h. Porém, na altura das estações, os veículos terão de reduzir a velocidade para 40 km/h, com fiscalização eletrônica e placa de aviso aos motoristas.

O horário do BRT Transbrasil foi estendido no último domingo (7), de 4h até 0h, durante todos os dias. A recomendação da prefeitura é que os cariocas busquem o BRT como meio de transporte. No entanto, o fluxo de veículos na Avenida Brasil continua intenso e motoristas que utilizam a via têm reclamado sobre o trânsito que, para eles, piorou. No primeiro dia útil de funcionamento das faixas exclusivas da Avenida Brasil para o BRT, ônibus, táxis e veículos de serviços, o trânsito em toda cidade do Rio chegou a ficar 83% maior do que a média das últimas semanas. Os impactos do congestionamento na via têm feito passageiros e motoristas mudarem rotas e usarem outros meios de transporte.

Um estudo do Centro de Operações revelou que 27% das ocorrências na Avenida Brasil são provocadas por caminhões, mesmo representando apenas 6% do total de veículos que trafegam pela via. Segundo o relatório, a possibilidade das ocorrências provocadas por este tipo de veículo é seis vezes maior do que as cometidas por carros. O estudo conclui que caminhões e carretas aumentam o tempo de deslocamento na via em 33%. "Qualquer ocorrência com caminhões impacta tanto para a operação da CET-Rio quanto para o congestionamento na via. Essas novas medidas anunciadas hoje são resultados dessas análises que o Centro de Operações vem construindo com os times técnicos", explicou Marcus Belchior, chefe executivo do COR.

Sobre a possibilidade de restringir o horário de circulação de caminhões na Avenida Brasil, o secretário da Casa Civil, Eduardo Cavaliere, informou que não está descartada. No entanto, a prefeitura ainda avalia os resultados das mudanças. “Novos anúncios e novas medidas não são descartados, o prefeito tem dado como diretriz a gente ter serenidade e diálogo permanente com a sociedade para fazer anúncios ao longo do tempo, novos anúncios são possíveis sim, mas sempre mantendo o diálogo e ouvindo especialmente nosso corpo técnico. A gente deixa em aberto isso, estamos analisando, vamos guardar para avaliar os resultados e se for necessário, a gente pode fazer novas restrições para poder priorizar o serviço de transportes públicos”, enfatizou Cavaliere.

Estiveram na entrevista coletiva no Centro de Operações Rio, a secretária de Transportes Maína Celidonio, a presidente da Mobi-Rio, Cláudia Secin, o chefe-executivo do COR, Marcus Belchior, o presidente da CET-Rio, Joaquim Dinís e o secretário de Casa Civil, Eduardo Cavaliere.

Multas na seletiva

Diversos veículos de passeio estão sendo flagrados utilizando a faixa seletiva para fugir do engarrafamento. A prática não é permitida. Agentes da Guarda Municipal estão em passarelas auxiliando na fiscalização para evitar que o problema se torne corriqueiro. Ao todo, são 12 pontos de monitoramento e as passarelas estão sendo utilizadas como base dos guardas. Os drones também são usados para monitorar motoristas que utilizarem as calhas. Os veículos que transitarem na faixa ou via de trânsito exclusivo estão cometendo uma infração gravíssima, com multa no valor de R$293,47.

BRT Transbrasil

O corredor começou a operar integralmente das 4h à 0h com paradas em todas as 17 estações, no último domingo (7). Com 26 quilômetros de extensão e dois terminais, Gentileza e Deodoro, o corredor expresso atravessa 18 bairros e tem previsão de transportar 250 mil pessoas por dia até 2030.

O Dia
 
Topo