• Olá Visitante, se gosta do forum e pretende contribuir com um donativo para auxiliar nos encargos financeiros inerentes ao alojamento desta plataforma, pode encontrar mais informações sobre os várias formas disponíveis para o fazer no seguinte tópico: leia mais... O seu contributo é importante! Obrigado.

Acha que o seu animal tem diabetes? Eis os sinais que o devem preocupar

Lordelo

Sub-Administrador
Team GForum
Entrou
Ago 4, 2007
Mensagens
38,105
Gostos Recebidos
828
naom_628612602d60d.jpg


Segundo a MSD Animal Health, estima-se que um em cada 300 cães e um em cada 200 gatos desenvolvam diabetes ao longo da sua vida 1,2. "No entanto, se detetada precocemente, a doença é controlável e os animais de companhia podem recuperar a sua qualidade de vida, desde que seja adotado um tratamento adequado e um estilo de vida equilibrado", sublinha.









São vários os sinais que nos podem alertar para a existência da doença nos animais de companhia, nomeadamente beber muita água, urinar frequentemente, aumento do apetite, perda de peso, depressão ou letargia. Os cães podem, ainda, desenvolver visão turva, e, os gatos, apresentar fraqueza nas patas traseiras.


"Alguns animais de companhia podem ser mais propensos a desenvolver diabetes mellitus, sendo que existem diversos fatores de risco a ter em consideração, nomeadamente a idade, o excesso de peso, a genética, a raça, o consumo de determinados medicamentos ou sofrer de outras doenças", refere a MSD Animal Health.





Acrescenta ainda que "a deteção atempada da doença é essencial para que o animal de companhia recupere a qualidade de vida e para evitar problemas futuros, sendo relativamente simples de diagnosticar para os Médicos Veterinários. Os profissionais podem começar por recorrer a um teste à urina e, caso o resultado seja positivo, são feitas análises ao sangue e outros testes laboratoriais".


Assim que o diagnóstico esteja feito, "o médico veterinário indicará a solução que mais se adequa a cada caso". "O tratamento com insulina é a base de um tratamento bem-sucedido, mas uma dieta adequada, exercício físico regular e a monitorização são fundamentais para o bem-estar dos animais."

IN:NM
 
Topo